Delator grava Temer incentivando compra do silêncio de Cunha

Joesley Batista e o seu irmão Wesley, donos da JBS, prestaram depoimento na última quarta-feira para o ministro Edson Fachin, do STF. De acordo com apuração do jornal O Globo, eles relataram que têm uma gravação na qual o presidente Michel Temer aparece autorizando que se compre o silêncio de Eduardo Cunha.

Além dos dois, estavam presentes mais cinco pessoas, todas da empresa e que participaram da delação.

O diálogo aconteceu entre Temer e Joesley. Nele, o peemedebista indica o deputado e colega de partido Rodrigo Rocha Loures como o encarregado de resolver um assunto J&F, holding que controla a JBS. Em outra parte, o deputado recebe R$ 500 mil, que foram enviados por Joesley.

Em um dos trechos da conversa gravada, o empresário diz que está pagando um valor mensal para Cunha e, também, ao operador Lúcio Funaro. O motivo da mesada é que ambos fiquem calados. Ao ter essa informação, Temer responde: “Tem que manter isso, viu?”.

 

Sobre Evelyn Shiroki

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

AÇÕES DA POLÍCIA MILITAR EM CARLOS CHAGAS

08 de outubro A PM se deparou com um veículo marca  Ford, modelo Fiesta, com indivíduos em atitude suspeita que, ao avistarem a viatura, tentaram fugir. Após busca, foi localizado o valor de R$ 182,00 reais em moeda corrente e ...