Delator grava Temer incentivando compra do silêncio de Cunha

Joesley Batista e o seu irmão Wesley, donos da JBS, prestaram depoimento na última quarta-feira para o ministro Edson Fachin, do STF. De acordo com apuração do jornal O Globo, eles relataram que têm uma gravação na qual o presidente Michel Temer aparece autorizando que se compre o silêncio de Eduardo Cunha.

Além dos dois, estavam presentes mais cinco pessoas, todas da empresa e que participaram da delação.

O diálogo aconteceu entre Temer e Joesley. Nele, o peemedebista indica o deputado e colega de partido Rodrigo Rocha Loures como o encarregado de resolver um assunto J&F, holding que controla a JBS. Em outra parte, o deputado recebe R$ 500 mil, que foram enviados por Joesley.

Em um dos trechos da conversa gravada, o empresário diz que está pagando um valor mensal para Cunha e, também, ao operador Lúcio Funaro. O motivo da mesada é que ambos fiquem calados. Ao ter essa informação, Temer responde: “Tem que manter isso, viu?”.

 

Sobre Evelyn Shiroki

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

CALÇAMENTO NO BAIRRO ESPÍRITO SANTO

A vereadora Elienis Tigre (PMDB) indicou o calçamento da rua Wantuil Lopes no bairro Espírito Santo. “Devemos ter sensibilidade para reconhecer os transtornos que moradores desta localidade passa. Lama, poeira, difícil acesso, dentre outros são alguns que cito imediatamente. O calçamento ...