KABURÉ ENTREVISTA ZEMA E EXPÕE SITUAÇÃO DE NANUQUE

0
1863

“Nosso objetivo foi expor aos ouvintes projetos de governo, pois tivemos a visita do outro candidato em nossa cidade e para uma comparação mais justa, resolvemos fazer a entrevista com Romeu Zema. Tentamos contato e ele aceitou”, explica Kaburé que conduziu a entrevista.

Vale ressaltar que a entrevista concedida foi o único contato direto entre a população nanuquense e Zema. Aproveitando-se da oportunidade, Kaburé chamou a atenção da atual situação em que Nanuque se encontra.

“Sugeri algumas mudanças na parte tributária da cidade, pois Nanuque é uma cidade estratégica, entre os estados da Bahia e Espírito Santo, e com os altos tributos sempre saímos perdendo na hora dos investimentos”. Zema afirmou revisar a parte tributária e alavancar os investimentos em nossa região.

 

Em conversa ao vivo e nos bastidores seguem alguns trechos compilados da entrevista:

Educação: “Eu quero tratar de forma distinta os desempenhos dos professores. O IDEP é um meio para isso. Vamos pagar por produtividade e desempenho. Títulos ajudam, mas não resolvem nada. O que vale é saber e colocar em prática.”

Saúde: “O que eu pretendo é pegar as nove regionais, com obras concluídas, e transferir organizações sociais e filantrópicas para a administração, disponibilizando 40% do atendimento para o SUS.”

Rodovias: “A BR-381 deixa a desejar, a 251, no Norte, talvez seja até pior. O estado não tem condições de arcar com as melhorias das BRs hoje. A União esta disposta a ajudar estados que podem contribuir mais. Temos, então, concessões.”

Tributação: “Sabemos que estamos perdendo investimento por causa da tributação de Minas. Precisamos avaliar com afinco a real situação, principalmente, nas cidades fronteiriças como Nanuque.

 SOBRE O GOVERNADOR

Romeu Zema Neto é natural de Araxá, 54 anos e é um empresário, político, filiado ao Partido Novo e que ganhou a disputa pelo Governo de Minas Gerais nas eleições de 2018, em segundo turno, com 71,8% dos votos válidos.

É o 39º Governador de Minas Gerais e sua candidatura se baseou na busca da renovação na política e ao movimento anti-petista.

Ouça a entrevista na íntegra: