PROFESSORA SUZI LUTA EM PROL DO TRANSPORTE COLETIVO PÚBLICO DE NANUQUE

“Já são várias e o bairro ainda não tem linha de ônibus”. A afirmação é da vereadora Professora Suzi sobre o bairro Village Vista Linda. A queixa sobre a falta de transporte chegou ao vereador por meio de moradores.

Segundo a vereadora, a linha de ônibus já deveria estar funcionando.  “Ouço muitas reclamações, pois no decreto nr20 do Executivo, que tratava do aumento de passagem, constava a criação de uma linha para o referido bairro, além do retorno da linha Zarur-UDR e que seriam instituídas a partir da assinatura pelo prefeito, que foi oficializada no dia 30 de maio de 2017, já se passaram quase 60 dias e nada”.

Outro problema referente ao transporte público e que esta ocorrendo com frequência e por isso é motivo de reclamações é que alguns ônibus não estão parando nos pontos quando somente há aposentados. Segundo alguns usuários aposentados o motivo seria de que não tendo pagantes, não valeria a pena parar.

“Sabemos que estudantes, idosos e pessoas com deficiência, e ainda algumas categorias especiais de trabalhadores, têm garantido por Leis-Federais, Estaduais e Municipais – o direito de circular gratuitamente, ou com desconto, no transporte público das cidades. Isso é um absurdo, já que as pessoas tem esse direito. Vamos lutar para que essas pessoas sejam respeitadas”, afirma Suzi.

 

Sobre Evelyn Shiroki

One comment

  1. Google Chrome 59.0.3071.115 Google Chrome 59.0.3071.115 Windows 7 Windows 7
    Mozilla/5.0 (Windows NT 6.1) AppleWebKit/537.36 (KHTML, like Gecko) Chrome/59.0.3071.115 Safari/537.36

    Eu vivo todos os dias esse drama do transporte público sem acessibilidade é uma vergonha uma cidade com 42 mil habitantes não se cumprir a lei de acessibilidade http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L10098.htm

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

CALÇAMENTO NO BAIRRO ESPÍRITO SANTO

A vereadora Elienis Tigre (PMDB) indicou o calçamento da rua Wantuil Lopes no bairro Espírito Santo. “Devemos ter sensibilidade para reconhecer os transtornos que moradores desta localidade passa. Lama, poeira, difícil acesso, dentre outros são alguns que cito imediatamente. O calçamento ...