VEREADOR CARLOS LUCAS DEFINE SERVIÇOS DA COPASA COMO “COISA DO DEMÔNIO”

A Copasa – companhia de saneamento básico de Minas Gerais tem sido pauta de quase todas as reuniões da câmara de vereadores de Nanuque.

O serviço de fornecimento de água aos munícipes, segundo alguns vereadores, tem deixado a desejar, principalmente no momento em que acontece problemas localizados e a empresa não se manifesta junto ao público consumidor.
Recentemente um cano quebroi em plena Avenida Santos Dumont esquina com a rua Caxambu e deixou metade da cidade sem água. O fato causou revolta na população, que respondeu imediatamente, através das redes sociais, o descontentamento com o descaso da empresa. Na câmara municipal, o vereador Sólon da Rocha Filho (PMDB), que tem sido um crítico contumaz da empresa, esbravejou e exigiu do chefe do executivo uma posição sobre o assunto Copasa. Por sua vez, o vereador Pastor Carlos Lucas do Nascimento, em aparte cedido por Sólon disse que a Copasa em Nanuque, parece coisa do demônio. “OS canos quebram, a empresa abre buracos que ficam dias à fio atrapalhando o tráfego e não há uma orientação específica para o motorista. O comércio vive momentos que antecedem o natal e de repente vê o tráfego prejudicado, espantando o cliente de sua porta. Isso é um absurdo. Ninguém toma uma posição sobre o assunto. Parece coisa do demônio”, diagnosticou o vereador que ao proferir tais palavras provocou risos no público presente.
O Pastor Carlos Lucas disse ainda eu no momento em que o problema da Avenida Santos Dumont foi resolvido, outro cano se rompeu na Avenida Mucuri com esquina com a Santos Dumont, bem no acesso à ponte Magalhães Pinto, impedindo a fluidez da travessia na ponte. “Isso é coisa que não podemos aceitar mais”, finalizou o vereador.o

Texto: Jornal Em Tempo

Sobre Evelyn Shiroki

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Os campos obrigatórios estão marcados *

*

x

Check Also

SUZI BUSCA SOLUÇÃO PARA O PERIGO DOS TERRENOS BALDIOS

Vários moradores, munidos de fotografias e de pequenos animais peçonhentos presos, procuraram a vereadora Benta Viegas (REDE) para reclamar do crescente aparecimento de animais peçonhentos e de mosquitos em suas residências, todos provenientes de terrenos ou de casas abandonados. Diante ...